terça-feira, maio 19, 2015

JUNTOS SOMOS A MARÉ VIVA


"O horizonte é infinito e há muitas maneiras de se viver a vida."

 Há gritos, vozes e sussurros que são ignorados. Todos os dias pessoas tiram suas vidas, seja por sofrerem preconceito, seja por se sentirem insignificantes. Tem algo muito errado nisso tudo! A vida só deve acabar quando estiveres no fim da velhice e simplesmente não acordar no outro dia. E não com os pulsos ou pescoço cortados, entre outras milhões de formas práticas e difíceis que existem para almas desoladas encontrarem a redenção. O ponto principal desse ato não é o olhar com que o suicida enxerga a vida e nem as pessoas ao seu redor, na maioria dos casos de suicídio, eles desejam até o último suspiro afogado em lágrimas que alguém ouça seus gritos abafados e o socorro, independentemente de quem seja esse alguém. 
 Esse tipo de morte já ocorre há muito tempo, e não é um acontecimento exclusivo de adolescentes "emos" que se cortam. Na época em que eu tinha a faixa etária entre doze e quinze anos, o meu rótulo era "emo" ou suicida, seja no colégio ou na família. E, atualmente, quem se corta e posta as fotos em tumblr ou blog, é taxado como ridículo que quer chamar a atenção, e são falas como essa e outras parecidas que ajudam a pessoa de mente já confusa a escolher a decisão errada de por um ponto final no sofrimento. 
 Existem já protestos grandes, antigos e novos, em que diversas vozes se unem e tentam gritar para o mundo ouvir, seja com música, poemas, textos, e publicidade. O exemplo seria alguns artistas do rock brasileiro, que já tentou e tenta ainda fazer com que as pessoas se conscientizem de que são únicas cada um de sua maneira, que não deve prestar atenção a coisas negativas que outros humanos usam para te rebaixar. E nós temos que fazer com que essa voz se torne mais alta e vire consigo uma maré de pessoas inundando o mundo com sonhos a serem realizados no momento em que são idealizados em mente!
 "Se cada golpe que levei fosse uma flor em seu jardim, você iria se perder nele a procurar por mim. E eu respiro, cada molécula do ar, eu sinto que vai acabar. Quando estiver longe demais, buscando um pouco mais de paz. Palavras não têm mais poder, não lute contra você mesmo, você vai ser o único a perder. É o que se ganha por viver, quando se tenta ser feliz. A tatuagem vai doer, mas vai cobrir a cicatriz... Da minha alma. E aqueles que pisam nos teus sonhos, que aproveitem a sensação, o teu triunfo é momentâneo, mas o vazio na alma, não. Palavras não têm mais poder, não lute contra você mesmo, você vai ser o único a perder. Eu canto a gerra jamais declarada, pois o meu sangue hoje ferve em minhas veias." - Fresno.



Por: Nayanne Nascimento

0 comentários:

Postar um comentário